Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 16, 2008

Apenas supondo

O Mullá caminhava pela rua, absorto em seus pensamentos, quando de repente, uns pirralhos começaram a atirar pedras nele.

"Não façam isso e eu lhes contarei algo que lhes interessa."

"Está bem, o que é? Mas, não nos venha com filosofia."

"O Emir está oferecendo um banquete aberto a todos."

As Crianças sairam correndo para o palácio, enquanto Nasrudin começava a entusiasmar-se com sua história, com as guloseimas e delícias da festa.

Levantou os olhos e viu-os desaparecendo ao longe. De repente, levantou sua túnica e saiu correndo atrás deles.

"E melhor que eu vá e veja", disse Nasrudin ofegante, "pois afinal, bem que poderia ser verdade".

Ficou na cabeça

Era dia de festa e a mulher de Nasrudin preparou uma daquelas fantásticas receitas de doce. Os dois comeram quase tudo e deixaram um pedaço para o dia seguinte.

À noite, tentando dormir, Nasrudin não conseguia pegar no sono de tanto pensar no doce. Até que acordou a mulher:

"Levanta que eu tenho algo importante para te dizer".

Enquanto a mulher tratava de se levantar, Nasrudin foi até a cozinha, voltando com o prato de doce nas mãos:

"Vamos comer tudo agora antes de dormir, é melhor ficar com o doce no estômago do que na cabeça".